Tiggo 2014

22 de julho de 2014
Tiggo 2014. A Chery trouxe para o Brasil a versão automática da segunda geração do Tiggo. É o primeiro modelo chinês com esse tipo de transmissão disponível no mercado brasileiro. O SUV custa R$ 57.990, cinco mil reais mais caro que a opção manual lançada em junho de 2013. O Tiggo automático não teve nenhuma alteração visual em relação ao modelo manual. A segunda geração segue com design elegante, com destaque



Tiggo 2014. Primeira novidade da chinesa Lifan depois que a marca assumiu a operação local, que antes estava aos cuidados de um representante, o SUV X60 tem dimensões ligeiramente acima de rivais como o Chery Tiggo e Renault Duster. Seu design é previsível, lembra o do Hyundai Santa Fe da geração passada, mas causa boa impressão por onde passa – com a garde dianteira garnde e cromada (de plástico) e os para-lamas



Tiggo 2014. Maio reservou uma má notícia para a Chery: a JAC tomou seu lugar como maior montadora chinesa no Brasil. E seria impossível para a marca sediada em Salto, no interior paulista, segurar a onda da marca representada por Sérgio Habib. Foram nada menos que 3.039 emplacamentos contra 1.532 unidades, quase o dobro. Os dois compactos revelados no Salão do Automóvel serão produzidos no Brasil em 2013-2014 na fábrica de